Divulgado resultado do concurso de vídeo “1 Minuto contra a Corrupção”

Vídeos vencedores serão exibidos no Festival Nacional de Cinema – Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro

Todos os trabalhos ficam agora à disposição da sociedade nas plataformas digitais gratuitas, servindo para estimular o debate contra o mal da corrupção

Foi divulgado nesta terça-feira (23/11) o resultado do 5º concurso de vídeo “1 Minuto contra a Corrupção”, promovido em parceria pela Controladoria-Geral da União (CGU), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Fórum de Combate à Corrupção (Focco). Os três vídeos vencedores, sem ordem de classificação, foram: “A quadra dos sonhos”, de Amanda Cristina Rosário de Oliveira Rocha, de Capanema (PA); “Onde mora a corrupção?”, de Felipe Barbosa Zani, do Rio de Janeiro (RJ); e “De grão em grão, a corrupção enche o papo!”, de Sebastião Felipe Araújo Galvão, de João Pessoa(PB). 

A comissão julgadora, formada por Germana Silva, professora do Centro Universitário (Uniesp), Nelsio Abreu, professor da UFPB, e Walber Silva, auditor da CGU, decidiu ainda conceder duas menções honrosas para os vídeos “3 fatos sobre corrupção que você precisa saber”, de Fernanda Martins de Lima, de Formosa (GO); e “Mais que dinheiro”, de Samuel Carvalho do Nascimento, João Pessoa (PB). 

Assista aos vídeos vencedores:

“A quadra dos sonhos”, de Amanda Cristina Rosário de Oliveira Rocha, de Capanema (PA)

“Onde mora a corrupção?”, de Felipe Barbosa Zani, do Rio de Janeiro (RJ)

“De grão em grão, a corrupção enche o papo!”, de Sebastião Felipe Araújo Galvão, de João Pessoa(PB)

Assista aos vídeos recebedores de menção honrosa:

“3 fatos sobre corrupção que você precisa saber”, de Fernanda Martins de Lima, de Formosa (GO)

“Mais que dinheiro”, de Samuel Carvalho do Nascimento, João Pessoa (PB)

Segundo Walber Silva, a iniciativa atingiu seu objetivo: “foram produzidos diversos vídeos nos mais diferentes estilos, sendo essa a proposta do concurso. Todos os trabalhos ficam agora à disposição da sociedade nas plataformas digitais gratuitas, servindo para estimular o debate contra o mal da corrupção”. 

O diálogo e a participação da comunidade em relação à temática é um dos principais aspectos do concurso, segundo Jefferson Lacerda, coordenador de Extensão Cultural da UFPB. Para ele, o concurso também propicia um repositório de material didático que pode ser usado por professores, alunos e toda a sociedade. 

Nessa quinta edição do concurso, foram enviados 43 trabalhos de onze estados da federação, recorde de participação e diversidade de regiões nos cinco anos da iniciativa. Os vencedores terão os vídeos exibidos no Festival Nacional de Cinema – Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, no próximo dia 14 de dezembro. 

Fonte: CGU, em 23.11.2021